big-end-inf

A minha mãe voltou a encornar o meu pai

Um segredo bem guardado

Depois daquela tarde em que vi a minha mãe meter os cornos ao meu pai, a minha mãe pediu-me segredo:
– Filho, sei o que viste mas nunca contes nada ao teu pai. Ele nunca me perdoaria.

Queres saber porque ela pediu ao filho para guardar segredo?
A minha mãe fodeu com o Cabo-Verdiano

Eu respondi:
– Fica descansada mãe não conto nada. Este é um segredo só nosso. Se gostas do Miguel podes repetir sempre, eu ate gosto de ver.

A minha mãe ficou aliviada, mas também algo espantada e envergonhada.
– Ainda bem que percebes, filho. Não digas nada a ninguém.

Os dias passavam e o Miguel sempre que o meu pai estava ausente apalpava a minha mãe dizendo que era linda e que queria fodê-la mais.
– Tu és linda, não sei como é que estas casada com um homem que te deixa muito tempo sozinha. Eu quero foder-te sempre. Quando quiseres diz-me. Adoro te foder a coninha.

Todos os dias o Miguel insistia e a minha mãe ate parecia gostar. Acho que a vontade de ter o caralho de Miguel na sua cona foi sempre crescendo desde o dia em que ele a fodeu pela primeira vez…

A minha mãe voltou a encornar o meu pai

Uma noite em que o meu pai foi trabalhar a noite, o Miguel jantou lá em casa e ficou lá ate o meu pai ir trabalhar. Assim que o meu pai saiu a minha mãe foi ver se eu estava a dormir e ouvi a minha mãe dizer ao Miguel:

– Miguel vai tomar um banhinho… O meu filho está a dormir e eu hoje quero ser fodida por ti. Estou à tua espera no meu quarto…

O Miguel respondeu:
– Tu mandas princesa, sou ser rápido.

Assim que o Miguel saiu do banho e entrou no quarto, eu sai do meu quarto e fui espreitar para o corredor. A porta do quarto estava aberta e como estava escuro no corredor ninguém me via. A minha mãe estava deitada na cama em lingerie com meias de ligas e dizia:
– Hoje quero ser tua, toda tua. Fode-me toda…

O Miguel, no seu jeito de Cabo-Verdiano viril dizia:
– Hoje vais levar uma esfrega. Vou te foder toda. Prepara-te para ficares bem aberta nessa tua ratinha doce. Tu estás muito provocadora, anda cá, faz-me um broche para começar.

Ela adora chupar a vara do negro

a minha mae abocanhou o caralho do cabo verdiano outra vezA minha mãe ajoelhou-se no chão e abocanhou o caralho negro do Miguel como se esperasse há muito tempo ter aquele pau na sua boca. Ela chupou o pau dele durante vários minutos e parecia nunca se cansar. Acho que ela adorava fazer broches e o pau dele excitava-a imenso. Eu sempre o soube… Desde que vi a minha mãe meter o caralho dele na sua boca, que nunca mais vou esquecer o seu olhar de prazer…
-Isso mesmo chupa me bem… chupa tudo… Que bem que fazes um broche, também fazes broches assim ao teu marido?

A minha mãe respondeu:
– Raramente lhe faço broches. Acho que ele não gosta muito que o beije depois de me encher a boca com esporra…

Do escuro do corredor, eu via o Miguel quase a delirar com a mamada da minha mãe e com as palavras dela. De alguma forma, a ideia de o meu pai recusar broches à minha mãe, parecia excitá-lo…
– O teu homem não sabe a boca e a língua que tens… Chupa-me por ele. Eu encho-te a boca de leite e depois podes beijá-lo… Isso mesmo… chupa-me…linda menina…

Como ela mamava aquele pau…

A minha mãe continuou a chupar ate que o Miguel de veio na boca dela. Ela babava-se e eu vi nitidamente a boca da minha mãe a escorrer de esperma do Miguel. Parecia uma cena daquelas dos vídeos porno. Uma mulher com a boca a escorrer esperma quentinho…
– Ahhh, que bom… engole o meu leite todo… Fodasse, já me vim na tua boca! Eu sei que tu gostas, mas não te preocupes porque ainda te vou encher a cona de leite…

A minha mãe disse ao Miguel com a boca e a cara suja de esperma:
– Não faz mal, eu disse que era toda tua. Hoje, podes vir te onde quiseres, todas as vezes que conseguires. Enquanto dizia isto, a minha mãe empurrava o esperma dele para dentro da sua boca e chupava os dedos como se estivesse a provocar aquele Cabo-Verdiano que transformou a minha mãe numa mulher adúltera…

Depois de engolir o esperma todo, a minha mãe foi a casa de banho sem se aperceber que eu estava no corredor. A caminho da casa de banho, eu ouvi-a a murmurar:
– Oh meu deus, estou a trair o meu marido com outro homem. Estou a ficar puta, se ele descobre mata-me.

A minha mãe estava viciada no caralho deste negro

Estava a minha mãe de regresso ao quarto quando o Miguel disse no seu jeito vulgar:

– Princesa, o meu mastro esta à espera para te foder.

A minha mãe responde
– A minha rata é toda tua hoje. Anda, dá-me com ele. Faz de mim a tua puta.

E nisto, o Miguel tira o soutien dela e começa a beijar-lhe o peito e a boca.

Ele soube que ela queria um minete

o cabo verdiano queria chupar a cona da minha mae– Que mamas tu tens linda, e boas. Deita-te na cama. Vou-te dar um banho de língua, tira as cuecas.

A minha mãe, só de ligas e de pernas abertas, recebeu a língua do Miguel na sua cona. Imagino que estivesse bem molhada porque até eu me excitava ao ver a vontade com que a minha mãe fodia com ele.
– Miguel deixas me louca com a tua língua… mama-me a cona… nao pares, come-me a rata toda… ai… tao, tao bom… chupa esse grelo todo… gostas de comer cona? chupa… chupa…

Durante varios minutos a minha mãe gemeu com os dedos e com a língua do Miguel. Quanto mais ele a chupava, mais ela se torcia toda e gemia.
– Mais Miguel, não pares por favor, tao bom, coontinua…. meu amor sou toda tua.

O Miguel beijando a na boca, perguntou-lhe:
– Queres levar com o mastro nessa cona?

A minha mãe parecia uma cadela ao pedir que a fodesse de quatro

A minha mãe começa de novo a chupar o Miguel e apos duas ou três chupadelas pôs-se de costas e disse:

– Estou de cona aberta para ti, fode-me como uma cadela e fode-me bem!

O Miguel foi para cima da minha mae e começou a penetrá-la com muita força. Eu ouvia nitidamente o Miguel a bater com o seu ventre nas nalgas da minha mãe. Aliás, eu acho que os vizinhos também devem ter ouvido porque ele tratou a minha mãe como uma fêmea no cio…

A minha mãe só gemia e consegui ver na cara dela que sofria mas também que estava a ter muito prazer. Pela experiencia que tenho hoje, acho que todas as mulheres apreciam fodas viris como aquela que o Miguel estava a dar à minha mãe…
ela quer ser fodida como uma cadelaE ele perguntou-lhe:
– Vai poe-te gatas, isso mesmo, estas preparada para eu te foder toda?

A minha mãe respondeu-lhe:
– Estou, fodasse! Fode-me como uma cadela. Dá-me com esse caralho duro.

E o Miguel dizia:
– Aguenta minha princesa, vou te foder toda.

Enquanto lhe dava com toda a forca que conseguia até que a minha mãe nao aguentou mais. Como já devia de estar cansada, deitou se na cama para ouvi-lo dizer:
– Isso, deita que eu faco o resto… que cona tao boa… estás tão molhada…

A minha mãe só gemia e pedia ao Miguel para se vir dentro dela, mais uma vez.

– Gostas de leite na coninha? Perguntou ele.

A minha mãe acenou que sim.

– Então senta-te em cima o meu mastro.

Ela queria a cona bem rebentada

O Miguel agarrou a no rabo e deu mais algumas investidas de pau na cona até a minha mãe dizer:
– Já me dói a rata.

– Queres parar princesa? Perguntou ele.
– Não, fode-me, fode-me… Esfola-me essa cona… uiii, tão bom… amanhã quero sentir que o teu pau me tratou bem da cona… aii… Adoro ser fodida e ficar com a cona dorida… issooo… mais… fode-me com força…

O Miguel parecia cada vez mais excitado com os gemidos dela e a selvajaria que alimentava até que retorquiu:
– Isso, geme princesa… monta bem o meu mastro… vai, vai…

A minha mãe gostava já mal se aguentava e o Miguel dizia:
– ah que cona… aguenta, aguenta fodasse… que cona…

Minutos depois:

o negro encheu lhe a cona de esporra– Esporrei-te a cona toda. Temos de ter mais noites destas quando o teu marido for trabalhar.

Deu-lhe um beijo na boca e adormeceu. A minha mãe foi para a casa de banho tomar banho e no caminho murmurou:
– O que estou a fazer? Tenho a rata toda dorida… Tenho um amante meu deus.

Depois de se lavar, ela foi para o quarto e adormeceu ao lado do Miguel.

Eu regressei ao meu quarto e masturbei-me enquanto me vinham à memória as imagens do caralho do Miguel a entrar na cona da minha mãe para a deixar com o grelo inchado…

Imagem do autor Jaime Almeida
Contribuição enviada por: Jaime Almeida

Apenas para publicar as minhas experiências...

Envia também a tua contribuição usando este formulário

User image url: jaime-almeida-77


big-end-inf
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
(49 votos, média: 3,63 de 5)
Loading...
2016-08-20 26.979

Galeria de Fotos Porno, Porno Tuga Imagens, Fotos de Sexo
apimentar
Sexo com mulheres infieis
Mulheres que querem foder contigo!
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao utilizar os nossos serviços está concordar com a sua utilização. Saber mais sobre cookies
googleplustumblrstumbleuponvkreddit
MissErotika quer falar

Domingo, Outubro 22, 2017

Mulher procurando sexo

Distância: 22 km

Procura: Sexo anal

Estado: Casado/a

Fotos: 3